Madri

O Desassossego (Ella)

the-insomnia-penguin-kazuya-akimoto  (The Insomnia Penguin- Kazuya Akimoto)

 

Mudei para a Espanha em janeiro de 2008, e durante os primeiros seis meses não conseguia dormir direito. As inúmeras noites de insônia fizeram com que eu ficasse ligeiramente mais paranoica do que já era. Foi então que me veio a idéia de escrever esse conto. No entanto, só consegui de fato passar a idéia para o papel alguns anos depois. Como o espanhol e o português escritos são bem parecidos, não cheguei a fazer uma versão traduzida. (more…)

Advertisements

O Desassossego (parte 1)

basquiat

 (Glenn – Jean-Michel Basquiat)

 Minha infância foi marcada por mudanças. Nasci em São Paulo e aos três anos de idade mudei para o interior. Dois anos depois voltei à capital paulista. Aos oito anos de idade meu pai conseguiu uma oportunidade de trabalho nos Estados Unidos, onde morei por um ano e meio. Voltar para São Paulo ficava cada vez mais difícil. Quando fiz quatorze anos voltamos a morar no interior, mas somente um ano depois meus pais decidiram que era hora de voltar para a cidade grande. Sofri muito na época. Já não é fácil ser adolescente, quanto mais uma adolescente que vive começando do zero.

Quando tinha dezenove anos, meus pais me deram a notícia que devido a problemas financeiros voltaríamos a morar no interior. No entanto, por ser maior de idade, meu pai me deu outra opção: ele pagaria a minha passagem de ida para a Austrália (onde meu irmão estava morando há algum tempo) e chegando lá eu me virava. Não pensei duas vezes, e duas semanas depois de completar vinte anos me mudei para lá.

O acordo seria que meu irmão me ajudaria, e ajudou, mas tive sorte e consegui um emprego nos primeiros dias. Depois de alguns meses na Austrália decidi que não voltaria ao Brasil. Queria aproveitar meu passaporte italiano e fazer faculdade na Europa, e para isso tinha que juntar bastante dinheiro. Meus planos foram interrompidos quando sofri um acidente de carro e fraturei o pescoço. Tive muita sorte por ter sobrevivido e não ter sofrido nenhum tipo de paralisia permanente, mas isso é uma outra longa história. (more…)